Duplicação

CD Industrial

A NOAR Produções, oferece aos seus clientes Injetora industrial de CD. Este equipamento é o mesmo utilizado nas maiores empresas de mundo na produção de Mídias.
Com uma capacidade grande de produção podemos entregar grandes quantidades num espaço curto de tempo.
Além da injetora industrial, contamos também com a impressora para CD e DVD em até 05 cores com sistema serigráfico automatizado.

CDR/DVDR

Além do sistema industrial a NOAR produz mídia em CDR ou DVDR , o sistema de impressão no label ( rótulo ) é o mesmo utilizado para impressão.
Nos CDs industriais, contando com até 5 cores com sistema serigráfico automatizado.

Duplicadoras:

A NOAR Produções, conta com duplicadores de CDRS e DVRS profissionais ao qual são sempre atualizados e revisados.
Contamos com um rígido sistema de verificação de gravação via software, ao qual faz com que o material final chegue ao cliente sem erros ou problemas de reprodução.
Utilizamos mídias de primeira linha ao qual garante cópias perfeitas.

Atendemos a pequenas, médias e grandes quantidades.
Todos estes cuidados resultam no alto índice de fidelização de nossos clientes.

Capacidades:
CD-R ------------------------------- 700 MB
Mini-CD ---------------------------- 200 MB
DVD-R (DVD-5) ----------------- 4,38 GB
Mini-DVD ------------------------- 1,46 GB
DVD Dual-layer (DVD-9) ------ 7,95 GB

Qual a diferença de CDR para CD Industrial (Injetado)

  • Na fabricação do CD virgem chamado de CD-R, o policarbonato é injetado de forma a fazer um disco totalmente liso. Sobre este disco transparente é fixada uma camada foto-programável sensível ao comprimento de onda da luz emitida por um canhão laser, e depois outra camada de acabamento (laca). No caso do CD por nos utilizado, há ainda uma camada chamada “printable” que permite que impressoras especiais pintem sobre a superfície do CD.
    Na fase de gravação é usada uma máquina duplicadora onde um CD gravado é usado como matriz e os CD-Rs virgens são colocados nas posições de gravadoras. A máquina efetivamente lê a matriz e copia para os outros CDs. A cópia é digital, não existe qualquer perda de qualidade do material duplicado. Depois de gravados os CDs, o software de gravação faz uma varredura comparando os CDs gravados com a matriz, na incidência de qualquer erro, a máquina avisa sobre o ocorrido e o  CD defeituoso é descartado.
  • No processo de Fabricação CD Injetado, na fase inicial do processo é produzido um estampador “stamper” ( matriz em alto relevo das trilhas que devem ser lidas, como um carimbo ) em processo galvânico. Depois esse é colocado num molde de injeção. Sobre o estampador injeta-se policarbonato a alta temperatura e pressão para que reproduza exatamente a informação existente no estampador, obtendo-se um CD transparente. Na etapa seguinte, uma camada de alumínio é depositada sobre a informação. O objetivo é conseguir uma superfície refletora para possibilitar a leitura do CD.  Para proteger a camada de alumínio, deposita-se sobre a sua superfície uma camada de laca, secando-se através de luz ultravioleta. Para acabamento é feita a estampa do rótulo, normalmente com silk screen até 5 cores do rótulo que o cliente quiser.

Fotos: